Conceito Grupo Anúncio

A categoria movimento inclui todos os organismos cristãos que se reúnem em torno de uma causa comum, ou seja de cunho estritamente devocional (Mãe Rainha, Arautos do Evangelho, etc.), seja numa determinada linha de espiritualidade e atuação (renovação carismática, Foco lares, ECC, EJC  etc.) A categoria grupo inclui as diversas associações religiosas e confrarias (Apostolado da oração, Legião de Maria, sociedade São Vicente de Paulo, etc.

A finalidade dos grupos não é apenas congregar as pessoas para rezar, recuperar a harmonia interior ou para serem libertadas e curadas, tem a missão de ajudar as pessoas para que tenham um encontro com Deus, com sua Palavra, e pela piedade que professam e intercessão da Bem Aventurada Virgem Maria e dos santos, as pessoas progridam no seu crescimento espiritual. Tudo isso é importante. O objetivo dos grupos de testemunho e oração é que possam desencadear neles o processo da vida de união perfeita com Deus, na dinâmica dos encontros periódicos de oração, como quem participa de uma escola de aperfeiçoamento.

Cabe citar as peculiaridades de alguns grupos do anuncio:

 

A importância da oração do Terço/Rosário

 

Ainda que a tradição popular atribua a origem do terço a São Domingos (1170-1221), as pesquisas históricas atuais mostram que a devoção a esta oração se desenvolveu lentamente no tempo. O próprio João Paulo II parece afirmar isso em sua carta Rosarium Virginis Mariae (2002), que começa recordando que o terço “foi gradualmente tomando forma no segundo milênio, sob a guia do Espírito de Deus”.

 

O terço é a arma espiritual da Igreja que “afugenta os demônios”.



Desde o século XII, a Igreja intensificou a oração do terço nos momentos de dificuldade e tribulação. Em 1569, São Pio V consagrou oficialmente o terço, atribuindo à sua recitação a destruição da heresia e a conversão de muitos pecadores. Pediu aos fiéis que rezassem o terço naquela época “de tantas heresias, gravemente perturbada e aflita por tantas guerras e pela depravação moral dos homens”.